31.5.09

' Era uma menina. Embora não quisesse, quase desvairada na negação indireta, recusando atitudes e palavras que, justamente por afastadas, sublinhavam a sua condição. (...) Ah, como recusam sua densidade; como supunham ultrapassá-la quando, na verdade, sequer chegavam a sua periferia. '

[Caio F.]

.

10 comentários:

Janaína S. disse...

Caio sempre dispensa comentários né?! :D
Beeijo!

Paloma Flores disse...

Sei como é ser uma menina, ainda que sem querer...

a primeira estrela disse...

caio é indispensável,eu acho que já falei isso =)

Papagaio Mudo disse...

toda mulher é uma borboleta?

ab



Gustavo



ps: essa 'verificação de palavras' me fa rir "lospanu"/ mexicano favelado no Rio. "junta lospanu e vamu nos!"

Lucas Lima disse...

somos muito de negar, deve ser nossa primeira defesa, rsrs, antes mesmo de "reconhecer", na maioria das vezes.
Bons dias de frio

Isa disse...

Caio é tuudo e seu blog é perfeito!
;*

Laís de Ponte disse...

Olá Cris!!!!!! Sempre te vejo na comunidade do Caio Fernando! resolvi dar uma passadinha aqui pra ver seu blog!
Esse trecho é demais, né? *--*
Caio Fernando dispensa comentários sempre.

Beijão!

Papagaio Mudo disse...

volto a perguntar,

toda mulher é uma borboleta?

Abraço,

Gus

* Bela* disse...

Viva sem medo do inesperado!
Mergulhe no que te leva na profundeza do oceano.
Voe até tocar o sol no céu e liberte-se do que te restringe, do que te prende, do que te limita.

Você pode ir muito além menina!

BjO =)

[Deixe sua marca no meu blog!]

Daniela Filipini disse...

Caio é sempre inacreditavel! :D