15.4.10

"Encosto o meu dedo em sua pele, mas ela não afunda. Não é possível. Desabotôo a sua camisa e deito a minha cabeça em seu peito, meu homem de lata. Diante do novo segredo, eu queria chorar, mas posso enferrujá-lo. Então, como viveria em paz sem a sua armadura? Sem nada entender, você se vira e vai embora. E só então eu percebo: a sua armadura é furada, meu amor. Nas centenas de furos sobre a lata, vai aguando todas as plantinhas ao seu redor. Você é, na verdade, um lindo homem regador. "

(Rita Apoena)

6 comentários:

Eu confesso... disse...

lindo seu blog. adrei estou te seguindo me segue tbm? beijos

Mistério do Planeta disse...

Que lindo!

Michele disse...

Lindo, doce, encantador. Como seu blog! Cheguei aqui pelo blog da Intense e não pude deixar de registrar meu encanto! :)

Um beijo!

patyemo =) disse...

Lindo D+ o seu blog.
Adorei!!!

bju =)

Tatiane Lemos disse...

Faz tempo querida qu venho aqui em seu blog, mas não sigo e nem comento.....Adoro esse cantinho aqui!....

Mikaele Tavares disse...

Profundo.