11.1.11

Oração pelos dias que virão

Que eu possa agradecer a todo aquele que me ajudar ao longo da vida, mesmo que ele não saiba, pois é a gratidão um dos maiores sentimentos do homem. Que eu identifique a importância da tristeza e a entenda necessária para o reconhecimento da felicidade. Que me seja dada paciência diante dos grandes desafios, porque as coisas mais preciosas da vida são realizadas com esmero e determinação, sabendo que o pássaro carrega no bico, um a um, os gravetos que usará para construir o seu ninho. Que eu tenha resignação para entender e aceitar as coisas que não podem ser modificadas e força, para desbravar os labirintos de mim. Que eu entenda que os amores morrem e, ainda assim, não tenha medo de me entregar com o meu desejo inteiro, na certeza de que depois da morte sempre há o renascimento. Que não me seja permitido esquecer que toda a vida é perecível e que eu saiba aproveitar as eternidades contidas nos momentos mais importantes, que são também os mais simples. Que eu consiga alcançar estrelas e tenha a sabedoria de guardá-las, para as situações de escuridão absoluta. Que quando nada mais parecer dar certo e a esperança tiver ficado para trás, corroída pelas traças na gaveta do esquecimento, eu invente. Que a raiva não me cegue. Que o medo não me trave. Que a liberdade não me assuste. E que nunca, jamais, em tempo algum, eu deixe de acreditar. Amém.
.
[Duda Araújo]
.

Um comentário:

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

Que lindo! Me diz quem é o autor(a) para que eu possa ler mais.]bjs